The last political prisoner: Juvêncio Mazzarollo and the twilight of Brazil’s dictatorship

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

Abstract

De 1982 a 1984, o jornalista Juvêncio Mazzarollo foi preso sob a Lei de Segurança Nacional. Durante um período no qual o Brasil supostamente era num processo de democratização, a repressão injusta do Mazzarollo se virou símbolo das contradições da abertura. Conhecido como “o último preso político,” Mazzarollo exemplifica as complexidades da transição da ditadura e aprofunda o nosso entendimento de como as forças populares—tal nacionais como locais—negociaram e contestaram a abertura.
Original languageEnglish
Pages (from-to)153-178
JournalLuso-Brazilian Review
Volume53
Issue number1
Publication statusPublished - 1 Jun 2016

Keywords

  • Brazil
  • dictatorship
  • political prisoner
  • journalism
  • Itaipu

Fingerprint Dive into the research topics of 'The last political prisoner: Juvêncio Mazzarollo and the twilight of Brazil’s dictatorship'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this